Cão da Capa

Cão da Capa – 14ª edição

Nome: Gary Ângelo.
Raça e Idade: Daschund – 8 anos, dia 15 de agosto. É por isso que é feriado em Sorocaba.
Apelidos: Guegué, Salsicha, Tutu, Loco, Senhor Gary.
Estudos: Fafup – Faculdade de Funilaria e Pintura
Segredo de beleza? Não tenho…sou bonito por natureza (minha mãe que me fala isso).
Profissão: Atendente de interfone… aviso meus donos latindo muito quando chega o rango deles, afinal sempre há a esperança de sobrar um pouquinho quando se mostra serviço, né?
O que faz  para irritar seus donos? Espalho os brinquedos pela casa, pego papel higiênico (usado), piso nas partes íntimas do meu pai, sem dó e, quando sinto a falta da Mel… pego o travesseiro e rasgo o meu edredon.
E para agradá-los? Dou beijinhos, lambidinhas e faço muita festa quando eles chegam.
Prato preferido: Salsicha, cebola, cenoura, couve-flor, brócolis, legumes em geral. Sigo uma dieta mais veggie, sabe. Também amo chocolate, mas minha mãe não me dá moleza.
Hobby: Caminhar na praça com porte de um lorde inglês, dirigir com a cara pra fora da janela, provocar os cachorros que passam na rua (quanto estou dentro de casa, é claro) e correr atrás da criançada.
Relacionamentos amorosos: Noivo desde 2006, da Mel, que mudou-se para outra cidade. Relacionamento a distância, sabe, complicado. Estou esperando concluir a faculdade para casar. Dei uma pulada de cerca e acabei engravidando outra cadela e arrumando 4 filhotes. A Mel não pode saber… espero que nem ela nem a mãe dos meus filhos leia essa entrevista, pois eu não pago pensão.
Dica Animal que gostaria de deixar para seus cãopanheiros: Aproveitem seus donos ao máximo e deixem que seus donos aproveitem vocês também. Não há nada melhor do que essa amizade.